Tapiti Indígena

R$129,00

5x de R$25,80 sem juros

Tapiti (ou tipiti) indígena feito em fibra natural pela etnia Kanela

 

Origem: Maranhão

HistóriaA mandioca é uma das fontes de alimento mais antigas cultivadas na América do Sul. Uma variedade comum na região amazônica, a mandioca brava é venenosa e passou por um processo de domesticação pelas populações indígenas até se tornar própria para o consumo. Para isso, foram criados diversos artefatos – entre eles, o tipiti, utilizado até hoje na secagem da massa de mandioca para a produção de farinha pelos povos tradicionais da Amazônia.

O Dicionário do Artesanato Indígena classifica o tipiti como um cesto de trançado que pode ter diferentes formas e tamanhos. De confecção engenhosa, o artefato serve para extrair o líquido da mandioca. 

O tipiti é um cilindro de aproximadamente dois metros de comprimento cujas extremidades são reforçadas. Em um dos lados é colocada a massa de mandioca, prensada pelo objeto para extração do líquido – no caso da mandioca brava, um caldo amarelado e letal para o ser humano. Esse líquido, entretanto, muitas vezes é aproveitado. Após a extração, é recolhido e fervido para elaboração do tucupi, caldo utilizado em pratos típicos da Amazônica, como o tacacá. A massa seca resultado do processo de extração é, então, transformada em farinha. 

 

Fonte: Mamiruá.Org